Reproduzimos a seguir matéria do Jornal A Nova Democracia. Reafirmamos nossa participação ativa nessa luta e convocamos todos nossos ativistas a comparecerem na manifestação do dia 30!

Mais de 2 mil estudantes vindos de diversas regiões da cidade de São Paulo agitaram o centro da cidade com uma enorme manifestação, na manhã de 16 de agosto. O ato concentrou-se no vão do Museu de Arte de São Paulo, às 9 horas, e marcharam até a Assembleia Legislativa do Estado, em frente ao Comando do II Exército.

Os estudantes lançaram consignas como 1, 2 3, 4, 5, mil, ou para a reforma ou paramos o Brasil e Que contradição! Tem dinheiro para PM, mas não tem para educação e foram saudados por motoristas e outros trabalhadores, que chegaram a aplaudir a marcha. O ato contou com a intervenção de movimentos populares, como o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) e a Executiva Nacional dos Estudantes de Pedagogia (ExNEPe).

Os jovens protestam contra os ataques desferidos pelo velho Estado reacionário aos direitos da juventude à educação, especialmente contra a Reforma do Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que operacionalizam a retirada de investimentos públicos nessa área, resultando no embrutecimento curricular e demissão de professores.

Ao final do ato, os estudantes convocaram uma nova manifestação combativa, que ocorrerá no dia 30 de agosto (quinta-feira).