Republicamos do blog Nuevo Peru o post sobre a rebelião popular juvenil contra a chamada “Lei da Escravidão Laboral Juvenil”, proposta pela reacionária fujimorista Rosa Bartra. Logo de sua aprovação no reacionário congresso nacional peruano, estalou na capital Lima combativos protestos populares, principalmente da juventude, contra a medida. Houve enfrentamento com a Polícia e as forças de repressão do velho Estado peruano.

Desde já, nós da Unidade Vermelha – Liga da Juventude Revolucionária saudamos calorosamente a juventude combatente do Peru!

 Assim relata ao blog Nuevo Peru assinado por “um companheiro Classista”, desde Lima.

 Sobre os jovens, muito bem organizada a mobilização, a luta é justa, foi contra a lei 1215 mais sinistra e vil que a Lei Juvenil, hoje os jovens marcharam e protestaram no 23 de Fevereiro em várias regiões do país, mas em Lima se arremeçou este aborto do congresso reacionário contra o povo, a reação os reprimiu mediante as forças repressivas da polícia com gases e bastões, detiveram alguns, como as consignas que agitam os jovens diz: “Lei de exploração juvenil!” e este 27 de Fevereiro realizam a Segunda Marcha Contra a Lei de Escravidão Juvenil Laboral, por ocasião de que os jovens se levantem junto ao povo e se organizem decididamente, tudo a serviço da Reorganização Geral do Partido e que esta luta dará novos e valiosos combatentes… Saudações em seu trabalho e a cada companheiro e companheira da Europa e América Latina:

Desde Lima,

Um c. Classista.