A seguir, republicamos postagem do portal Incendiary News (USA).

Tradução não-oficial


Por Gabriel Roshan (com informações de Incendiary News)
 
Em 21 de Maio um grupo de 33 pessoas se reuniram para comemorar a vida revolucionária de Kevin Rosano, o Camarada Mike. Esta incluiu sua família, amigos e membros de várias organizações que procuraram elogiá-lo.
 
De acordo com seu pai, em 14 de Maio, Camarada Mike foi achado morto na casa de sua família. Enquanto não há evidências conclusivas, a família acredita que se deveu a suas convulsões. No fim da vida ele estava lutando contra a reincidência de convulsões em função de sua epilepsia. Ele morreu aos 27 anos, oito dias antes de seu aniversário.
 
O Camarada Mike foi um líder no Servir ao Povo-Charlotte (STP-C)*. Em sua honra, o STP-C chamou a relembrar a memória de sua vida a serviço do povo.


A noite começou com os presentes deixando pequenos sacos de papel com velas dentro, que foram ornamentadas com lenços vermelhos, no entorno do parque. As pessoas chegaram lentamente até às 20 horas. Grandes fotos do Camrada Mike foram colocadas em várias partes do parque, com duas fotos suas mascarado flanqueadas por sinalizadores, queimando em brilhante vermelho como símbolo de seu comprometimento com a luta de classes e a revolução socialista.
 
Enquanto o povo chegava, um dos organizadores com o STP-C reuniu todos em um círculo, disse algumas palavras sobre o porque estavam lá neste dia, e abriu às falas da família. Sua mãe disse à multidão que ele era o caçula, "um tagarela" e apaixonado por política--o que ecoaria em todos pela noite. Seu pai agradeceu a todos a presença, reiterando o quão ótimo foi ver quantas pessoas se importavam com o Camarada Mike.
 
Depois das falas de sua família, se abriu para as falas do público para compartilhar suas histórias de como se lembravam dele. As pessoas falaram sobre sua amabilidade, atitude acolhedora, e seu desejo de lutar pela linha política correta. Ele desejava a unidade através da luta, um verdadeiro símbolo de um revolucionário.
 
Depois de aproximadamente uma hora de compartilhamento de histórias, as pessoas reuniram balões vermelhos e observaram um minuto de silêncio pelo camarada Mike antes de soltá-los. Antes dos balões serem soltos, o grupo reiterou que o Camarada Mike segue presente na luta; gritaram "Camarada Mike, presente!", seguido de "Kevin Rosano, presente!" e seus pais soltaram os balões para o ar.
 
Os balões vermelhos foram símbolos do Comunismo e da revolução proletária mundial, um objetivo ao qual o Camarada Mike estava inteiramente dedicado. Ainda que muitos cerimoniais soltem balões ao ar, o STP-C disse que era importante usar os balões vermelhos, pois o Camarada Mike passou o último ano de sua vida lutando para tornar Charlotte vermelha.
 
Ele foi um bravo guerrilheiro de classe, um revolucionário total, e um forte apoiador da linha vermelha no Movimento Comunista Internacional (MCI). Ele foi um filho da última classe na história-o proletariado. Por seu trabalho, ele deve sempre ser lembrado no coração e mente do MCI.
 
Sua morte não é uma tragédia. É um heroico chamado às armas. Todos aqueles lutando por um novo mundo devem encarnar o espírito do Camarada Mike. Encarnar é fazer a revolução, é se levantar e lutar ao lado dos explorados e oprimidos. O sistema parasitário capitalista-imperialista deve ser derrotado, e ainda que as forças revolucionárias perderam um de seus melhores combatentes, agora é hora de usar o espírito do Camarada Mike para levar-nos adianta rumo ao Comunismo.
 
Camarada Mike, presente!
 
Camarada Mike vive na luta!
 
 
*Sigla em inglês de Servir ao Povo-Charlotte. Organização revolucionária do distrito de Charlotte, nos EUA.