Publicamos a seguir trecho do Livro "Vietnã a Guerrilha Vista Por Dentro" de Wilfred G Burchett que relata um dos fatos mais marcantes na luta de libertação do Vietnã, que serve de inspiração para todos (as) aqueles (as) que lutam pela revolução no mundo.

Um incidente conhecido em todo o Vietnã – Norte e Sul – aconteceu na província de My Tho, em meados de 1960. Milhares de mulheres marcharam na capital da província para protestar contra uma operação de “varredura”, especialmente violenta, na qual meia dúzia de povoados tinham sido queimados. Quando chegaram ao chamado “cruzamento do pássaro” - por causa de um entrocamento rodoviário de cinco vias, em formato de um pé de pássaro -, os manifestantes se encontraram com um bloco sólido de soldados diemistas¹, com rifles em punho. Uma jovem grávida que carregava o primeiro cartaz levou um tiro e caiu morta com o grito: “compatriotas, avançar”. Uma segunda garota agarrou o cartaz e também foi morta por um tiro; e depois uma terceira – todas com menos de 20 anos. As mulheres que marchavam detiveram-se somente durante o tempo para recolher os corpos que foram levados para frente do cortejo. Uma quarta garota pegou o cartaz, e os soldados cederam, abismados com tal coragem e determinação e já pressionados pela marcha furiosa da multidão. O cortejo continuou até o escritório do governador da província, onde depuseram os corpos das três garotas mortas exigindo compensação pelos povoados queimados e para as famílias das três heroínas. Uma grande multidão de pessoas da cidade se concentrou em torno delas e as apoiaram; o governador cedeu às suas exigências.

O incidente no “cruzamento do pássaro” entrou para história da luta de libertação do Vietnã do Sul e, certamente, inspirou inúmeros outros exemplos de heroísmo de mulheres patriotas.

Notas:

¹ – Tropas oficiais de Jean-Baptiste Ngô Đình Diệm (Hué, 3 de janeiro de 1901 – Saigon, 2 de novembro de 1963) que foi o primeiro gerente de turno do Velho Estado do Vietnã do Sul após a independência e divisão do Vietnã, entre 1955 e 1963, quando foi deposto e executado.